AP Photo/Juan Karita
AP Photo/Juan Karita

Bolívia decreta quarentena total para conter disseminação do coronavírus

Governo interino vinha sendo criticado por não adotar a medida; a partir deste domingo apenas uma pessoa de cada família pode deixar sua casa para fazer compras em centros de abastecimento

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2020 | 13h55

LA PAZ - O governo interino da Bolívia decretou neste sábado, 21, quarentena total no país para frear o contágio por coronavírus. A medida entra em vigor a partir deste domingo e determina que as pessoas permaneçam dentro de casa.

"É uma decisão dura, mas necessária para o bem de todos", afirmou a presidente Jeanine Áñez. "Devemos ficar em casa 24 horas por dia porque é o caminho para vencer o coronavírus". Até agora, a Bolívia tem 19 casos confirmados da doença.

Segundo o decreto, apenas uma pessoa de cada família pode sair de casa para fazer compras em centros de abastecimento que vão funcionar diariamente até meio-dia.

A partir deste sábado, as fronteiras aéreas e terrestres serão fechadas e o transporte interdepartamental será limitado. A circulação de veículos públicos e privados também está proibida - exceto para os carros oficiais do governo. 

Nessa semana, líderes políticos, autoridades regionais, associações médicas e instituições bolivianas pediam ao governo federal a imposição da quarentena para conter a pandemia. Até então o que estava em vigor no país era uma quarentena limitada com medidas como a redução da jornada de trabalho e toque de recolher noturno. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.