Bolívia: novo superintendente anuncia controle absoluto sobre gás

O novo superintendente de Hidrocarbonetos da Bolívia, Víctor Hugo Sáinz, anunciou hoje que exercerá um "controle absoluto" sobre toda a cadeia produtiva do setor. Sáinz, engenheiro civil de profissão, tomou posse do cargo perante o presidente do país, Evo Morales, em um ato realizado na noite desta sexta-feira no Palácio do Governo de La Paz. O novo superintendente, que trabalhou como consultor em assuntos energéticos durante três décadas nos Estados Unidos, substitui Hugo de La Fuente, que renunciou ao cargo nesta quarta-feira. Sáinz declarou que, durante sua gestão, será aplicado "um controle absoluto sobre toda a cadeia, desde a prospecção até a comercialização" para garantir, além disso, que seja cumprido o objetivo de "zero corrupção" no setor de gás e petróleo. O ministro de Hidrocarbonetos, Andrés Solíz Rada, destacou a capacidade e as qualificações pessoais do novo superintendente, que "garantirá o desmoronamento da estrutura neoliberal" montada no país nos últimos 20 anos. Rada afirmou ainda que a Superintendência do setor esteve "profundamente vinculada ao Ministério (de Hidrocarbonetos)" e à estatal petrolífera YPFB na aplicação da política petrolífera dos Governos anteriores. Por isso, acrescentou, a Superintendência "será transformada" para que sirva à nova orientação que será dada pelo Governo do Movimento Ao Socialismo (MAS) do presidente Morales. Solíz também esclareceu que a decisão de nacionalizar os recursos de petróleo e gás do país será "um ato de exercício da vontade dos bolivianos que votaram nesta parte do programa do MAS".

Agencia Estado,

15 Abril 2006 | 03h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.