Bolívia prepara decretos para a adoção da nova Constituição

O governo do presidente boliviano, Evo Morales, está preparando uma série de leis e decretos para aplicar a nova Constituição, aprovada no referendo de domingo. Segundo Evo, a adoção da Carta contará com a participação dos governadores opositores. No entanto, ele rejeitou a possibilidade defendida por alguns opositores de modificar o projeto, aprovado por 61,68% dos eleitores e rejeitado por 38,32%.Ontem, Evo obteve uma importante com a aprovação da Carta também no Departamento (Estado) de Chuquisaca, rompendo, assim, o empate entre as nove regiões do país - das quais quatro rejeitaram o projeto.Evo reconheceu que o processo de aplicação da Carta não será fácil, pois exige novas funções, competências, normas e procedimentos. "Se queremos mudar a Bolívia, teremos de mudar a nós mesmos", disse o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.