Bolsa de NY fecha em alta em reação a indicadores

As Bolsas dos EUA fecharam em alta forte, recuperando terreno depois das quedas do começo da semana. O mercado reagiu a indicadores positivos divulgados nos EUA e à perspectiva de que o Banco Central Europeu (BCE) comece em breve a implementar suas novas medidas de estímulo à economia. Outro fator a reforçar o sentimento positivo do mercado foi o anúncio de que o Banco do Povo da China (PBoC) planeja injetar até 200 bilhões de yuan (US$ 32,8 bilhões) nos 20 maiores bancos do país.

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2014 | 18h37

Dois indicadores foram divulgados: o número de construções de moradias iniciadas em setembro (crescimento de 6,3%, enquanto a expectativa era uma expansão de 4,6%) e o índice de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan, que ficou em 86,4 na pesquisa preliminar de outubro, de 84,6 em setembro.

Na Europa, Benoît Coeuré, membro do Conselho Executivo do BCE, disse que a instituição começará a comprar ativos "nos próximos dias" em seu novo programa de estímulo à economia. O economista-chefe do Banco da Inglaterra (BoE), Andrew Haldane, disse estar "mais pessimista" sobre a economia do que há três meses, que a recuperação da economia britânica é "rica em empregos, mas pobre em salários" e que "as taxas de juro poderão permanecer baixas por mais tempo, certamente mais do que eu esperava há três meses, sem perigo para a meta de inflação".

"Temos dados macroeconômicos melhores e temos uma nova rodada de estímulo monetário na Europa, onde o estímulo é necessário. Esse tipo de recuperação não deveria ser uma surpresa", comentou Alan Gayle, da RidgeWorth Investments.

Entre os destaques da sessão estavam ações de empresas que divulgaram resultados do terceiro trimestre, como General Electric (+2,35%), Morgan Stanley (+2,12%), Honeywell (+4,25%), Google (-2,54%), Schlumberger (+3,67%), AMD (+3,03%) e Urban Outfitters (-14,29%). As ações da Apple subiram 1,46%, um dia depois de a empresa lançar um novo modelo de iPad.

O índice Dow Jones fechou em alta de 263,17 pontos (1,63%), em 16.380,41 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 41,05 pontos (0,97%), em 4.258,44 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 24,00 pontos (1,29%), em 1.886,76 pontos.

Na semana, o Dow acumulou uma queda de 0,99%, o Nasdaq recuou 0,42% e o S&P-500 caiu 1,02%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAbolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.