Bolsas disparam na Índia após vitória do partido de situação

Partido do Congresso recebeu forte apoio nas urnas para continuar reformas que vinham estimulando crescimento.

BBC Brasil, BBC

18 de maio de 2009 | 05h48

Os mercados de ações na Índia dispararam depois que o Partido do Congresso, que já vinha governando o país, teve uma vitória decisiva nas eleições nacionais.

O índice Sensex subiu 17%, chegando a 14.272 pontos, forçando ao fechamento antecipado do pregão desta segunda-feira da Bolsa de Valores de Mumbai.

As operações já haviam sido suspensas temporariamente antes, depois que a ação de investidores impulsionou as cotações para acima do limite máximo.

A vitória nas urnas dá ao Partido do Congresso um mandato fortalecido para manter as reformas que vinham estimulando o crescimento econômico do país.

'Estouro'

O índice mais abrangente Nifty, da Bolsa de Valores Nacional, também subiu 17%, chegando a 4.308. As operações também foram suspensas mais cedo e a bolsa fechou.

A moeda indiana, a rúpia, apresentou uma valorização de mais de 2% - a maior desde 1998. A cotação chegou a 48,32 por dólar.

"Este foi o grande estouro que os investidores estavam buscando", disse Hitesh Agrawal, chefe de pesquisa da corretora Angel Broking. "Nós esperamos que o governo tenha maior flexibilidade para estimular reformas econômicas daqui para frente."

A previsão é que a aliança liderada pelo Partido do Congresso conquiste 260 cadeiras no Parlamento e que o principal partido da oposição, Partido Bharatiya Janata (BJP, na sigla em inglês), fique com 157. Projeções anteriores indicavam que o resultado das urnas seria mais apertado.

Os partidos com tendência comunista, que colocaram obstáculos a reformas em fundos de pensão e à venda de empresas estatais, perderam mais da metade de suas cadeiras no Parlamento.

As ações em algumas das maiores empresas da Índia também subiram: as do banco ICICI tiveram uma alta de 25,3% e a Tata, 40%.

O Sensex já aumentou 26% este ano antes que a vitória do Partido do Congresso fosse declarada no fim-de-semana.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.