Gabriela Biló / Estadão
Gabriela Biló / Estadão

Bolsonaro diz que presidente da Argentina está convidado a visitar o Brasil 

Presidente considerou 'excelente' o fato de Alberto Fernández citar o Brasil em seu primeiro discurso

Emilly Behnke, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2019 | 22h47

O presidente Jair Bolsonaro considerou "excelente" o fato de o presidente argentino recém-empossado, Alberto Fernández, citar o Brasil em seu primeiro discurso. O Brasil foi o único país citado na fala do líder. "Estou a disposição se ele (Fernández) quiser nos visitar. Ele está convidado, será motivo de satisfação", disse.

Bolsonaro disse que recebeu o relatório do vice-presidente, Hamilton Mourão, que foi enviado como representante brasileiro à cerimônia de posse. "Vamos continuar sendo grandes parceiros na América do Sul", afirmou. Ele lembrou que o maior comércio do Brasil na América Latina é com a Argentina. 

Em evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quarta-feira, 11, o presidente errou ao lamentar a escolha de um "general de brigada" para o cargo de ministro da Defesa da Argentina - e não alguém do topo da hierarquia militar. O nomeado por Fernández, na verdade, é Augustín Rossi, um engenheiro civil que já ocupou a Defesa na gestão de Cristina Kirchner, agora vice-presidente.

"Tem de ser um general de Exército, almirante de esquadra ou brigadeiro do ar. Ou até civil. Mas a maneira de mexer nas coisas, naquilo que está dando certo, creio não ser a melhor opção", disse Bolsonaro.

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.