Bomba atinge a sede da TV estatal síria

Uma bomba atingiu o terceiro andar do edifício-sede da TV estatal síria nesta segunda-feira, em Damasco, capital do país, destruindo escritórios e ferindo ao menos três funcionários. A emissora permaneceu no ar apesar da ação, que foi mais uma brecha na segurança de uma instituição do Estado sob forte segurança.

AE, Agência Estado

06 de agosto de 2012 | 11h13

O prédio atingido, localizado no bairro de Umawiyyeen, centro de Damasco, também abriga a rádio estatal. Nos últimos meses, a cidade foi palco de uma série de ataques suicidas e explosões, resultado do aumento da violência na guerra civil e da crescente ousadia dos rebeldes. Uma bomba detonada no quartel-general dos órgãos de segurança do governo em 18 de julho matou quatro das principais figuras do regime do presidente Bashar Assad.

O ministro da Informação, Omran al-Zoubi, culpou o Qatar, a Arábia Saudita e Israel pelo ataque. O governo da Síria acusa os países do Golfo e Israel de apoiarem os rebeldes que tentam derrubar o governo autoritário de Assad. "Nada pode silenciar a voz da Síria e a voz da população", afirmou Zoubi durante inspeção aos danos na TV. "Nós temos milhares de locais de onde podemos transmitir". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolênciabomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.