Bomba atribuída à ETA mata um militar

Um carro-bomba explodiu ontem na cidade de Santona, norte da Espanha, provocando a morte de um militar e deixando três feridos (foto). O ataque, o terceiro em 24 horas atribuído à organização separatista basca ETA, seria uma resposta à decisão da Suprema Corte de tornar ilegais dois partidos pró-independência basca ligados ao grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.