Jano Gibson/Reuters
Jano Gibson/Reuters

Bomba caseira fere 15 pessoas em seguradora na Austrália

Cliente insatisfeito carregou carrinho de supermercado com fogos de artifício e gasolina e ateou fogo

Agência Estado,

03 de fevereiro de 2010 | 06h13

Quinze pessoas ficaram feridas nesta quarta-feira, 3, depois que um cliente irritado jogou um carrinho de supermercado cheio de garrafas de gasolina e fogos de artifício contra uma agência de uma seguradora australiana.

 

Testemunhas disseram que o homem empurrou a bomba caseira para dentro do escritório da seguradora na cidade de Darwin, norte da Austrália, e fez o artefato se incendiar. As pessoas que passavam sofreram cortes e queimaduras e inalaram fumaça. Duas das vítimas estão em estado grave.

"Depois que tiramos a fumaça, encontramos um carrinho de supermercado com três galões e um forte cheiro de combustível, além de rojões espalhados pelo local", disse um porta-voz do serviço de socorro e combate a incêndios. "Os rojões eram parte do que poderia vagamente ser chamado de dispositivo explosivo."

O homem entregou-se à Delegacia de Polícia de Darwin pouco depois do ataque e foi detido, afirmou o comandante Rob Kendrick. A explosão assustou os clientes de um supermercado próximo, que fugiram, e provocou a evacuação do shopping center na principal rua comercial de Darwin, onde estavam multidões de transeuntes.

A polícia descartou a hipótese de ataque extremista, dizendo que o homem aparentemente é um cliente insatisfeito com a seguradora. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Austráliabomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.