John MacDougall/AFP
John MacDougall/AFP

Bomba da 2.ª Guerra é encontrada e desativada na cidade alemã de Colônia

Artefato de meia tonelada foi descoberto nas proximidades da margem direita do Reno

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2020 | 19h10

COLÔNIA - Uma bomba da 2.ª Guerra foi desativada nesta terça-feira, 21, no centro de Colônia, depois que um teatro e estúdios de televisão precisaram ser esvaziados e os tráfegos ferroviário e fluvial interrompidos. 

O artefato de meia tonelada, de origem americana e descoberto na segunda-feira à noite na margem direita do Reno, perto da estação ferroviária central, foi desativado pouco antes do meio-dia, anunciou a prefeitura em um comunicado à imprensa.

"Os 10.000 funcionários das empresas envolvidas e os 15 habitantes podem retornar para os prédios da área", acrescentou a prefeitura de Colônia.

A bomba foi descoberta perto da movimentada ponte ferroviária Hohenzollern, que leva à catedral e à estação central. Fechada durante a desativação, foi reaberta ao tráfego de trens, anunciou a operadora Deutsche Bahn no Twitter. A estação de Messe/Deutz e o espaço aéreo também foram reabertos. Parado no momento de desativação da bomba, o tráfego fluvial foi retomado nesta importante artéria europeia.

A descoberta de bombas da 2.ª Guerra é comum na Alemanha. Em 12 de janeiro, um artefato foi encontrado em Dortmund, fazendo com que 14 mil pessoas deixassem suas casas; em 2017, 65 mil pessoas precisaram ser retiradas de uma área de Frankfurt, onde uma bomba britânica de 1,4 tonelada foi descoberta. Outras 15 mil pessoas precisaram sair de casa em setembro do último ano, quando um artefato de 250 quilos foi desativado em Hannover. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.