Bomba da Otan erra alvo e mata 2 civis no Afeganistão

Uma bomba despejada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) errou o alvo em mais de dois quilômetros e atingiu hoje uma casa no leste do Afeganistão, matando pelo menos dois civis e ferindo dez em um momento no qual é elevada a tensão entre o governo e as forças estrangeiras por causa dos ataques aéreos. O comando da Otan em Cabul alegou que ocorreu um defeito na arma disparada hoje em Khost, no leste do país. O alvo original era um local supostamente utilizado por rebeldes afegãos para disparar foguetes. "Uma investigação sobre a causa do incidente foi lançada imediatamente e mais detalhes serão divulgados assim que estiverem disponíveis", dizia um comunicado divulgado pela aliança atlântica. O governo afegão informou que 27 supostos rebeldes morreram em dois bombardeios promovidos hoje no país. Também houve hoje a explosão de uma bomba que matou três soldados americanos e um afegão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.