Bomba deixa 10 mortos no noroeste do Paquistão

Explosão atingiu minivan e feriu outros 13 passageiros na fronteira com o Afeganistão

O Estado de S.Paulo

25 Abril 2017 | 02h41

PESHAWAR - Uma bomba de controle remoto implantada à beira da estrada teria atingido uma minivan e matado nove passageiros na região noroeste do Paquistão, informou um representante local do governo do Paquistão. O oficial disse que uma mulher e duas crianças estão entre os mortos. 

Arif Khan, responsável pela administração na cidade de Parachinar, disse que a explosão atingiu a van enquanto ela viajava em uma região de minoria xiita na área de Kurram, na fronteira com o Afeganistão. A região já foi palco de violências sectárias. 

A explosão também feriu outras treze pessoas, informou a autoridade. Nenhum grupo reivindicou a responsabilidade pelo ataque. 

O Taleban do Paquistão e outros militantes sunitas atacam com frequencia minorias xiitas porque os consideram hereges. 

O Paquistão tem lutado contra militantes islâmicos há mais de uma década. 

O país lançou uma nova operação militar em todo o país contra a insurgência, batizada como a operação Radd-ul-Fasaad (Eliminação da Discórdia) depois de uma série de atentados que em fevereiro deste ano causaram cerca de 130 mortes. 

A ofensiva é uma continuação da operação Zarb-e-Azb, que começou em junho de 2014 e com a qual o Exército assegura ter abatido 3,5 mil insurgentes - quantidade não comprovada por outra instituição. Desde o início da operação, reduziram significativamente os ataques terroristas no país, apesar de ainda ocorreram, em especial em áreas tribais. / AP

Mais conteúdo sobre:
Paquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.