Bomba deixa pelo menos cinco feridos no sul da Tailândia

Pelo menos cinco pessoas foram feridas depois da explosão de uma bomba na região muçulmana do sul da Tailândia, cenário de uma crescente onda de violência, informaram fontes policiais nesta terça-feira.A bomba, acionada por telefone celular e colocada numa bolsa, explodiu junto a pontos de venda de comida na calçada de uma movimentada rua de Yala, capital da província de mesmo nome, cerca de 1.100 quilômetros ao sul de Bangcoc.Fontes do comissariado regional de Polícia responsabilizaram o movimento separatista islâmico. Desde domingo, pelo menos oito pessoas morreram e mais de 10 foram feridas em ataques dos rebeldes.Em resposta ao aumento dos ataques, o Exército prepara o envio à região de dois batalhões, de 800 soldados cada, para reforçar os 15 mil homens de unidades de elite postados na região.Mais de 1.800 pessoas morreram na região muçulmana do sul desde que o movimento separatista islâmico retomou a luta armada, em janeiro de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.