Bomba deixa sete mortos na Colômbia

Sete pessoas morreram e quase 50 ficaramferidas na noite de quinta-feira na explosão de uma bombadurante uma festa numa pequena cidade da Colômbia. Foi o piorataque atribuído neste ano às Farc, numa suposta retaliação daguerrilha à destruição de lavouras de coca na região. Nos últimos meses, o governo conseguiu impor sériasderrotas à guerrilha, que, no entanto, continua dominandopartes do interior e se financiando parcialmente com onarcotráfico. TVs mostraram helicópteros militares retirando os feridosmais graves de Ituango, Departamento (Estado) de Antióquia,onde a bomba explodiu em meio às barracas de uma festa típica,por volta de 22h (hora local). "Eu estava me divertindo com os amigos. Estávamos de péesperando os outros para irmos à loja quando sentimos umaenorme explosão", disse o sobrevivente Gilbert Alexis a umarádio. "Quando levantei minhas pernas estavam machucadas, haviaferidos por toda parte". A bomba foi deixada dentro de uma lixeira. Depois daexplosão, restaram muitos destroços e cadeiras plásticasespalhadas pela rua. Uribe pretendia viajar na sexta-feira a Ituango. Ogovernador de Antióquia, Luis Alfredo Ramos, disse que umsuposto membro das Farc foi detido após o atentado. Ituango fica numa zona de produção de coca onderecentemente houve protestos contra a erradicação dos cultivosilícitos. O governo diz que as manifestações foram organizadaspelas Farc. "[A bomba] pode ser atribuída à 18a. Frente das Farc, emretaliação contra a campanha para erradicar cultivos ilícitos",disse o comandante policial local Luis Eduardo Martinez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.