Bomba em procissão xiita mata pelo menos 25 no Paquistão

Forças de segurança estavam em alerta para dia sagrado para muçulmanos; veja vídeo.

BBC Brasil, BBC

28 de dezembro de 2009 | 13h57

Pelo menos 25 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas nesta segunda-feira em um ataque suicida contra uma procissão xiita em Karachi, no Paquistão, segundo informações da polícia.

Centenas de pessoas participavam da procissão no momento da explosão.

Após o ataque, participantes da procissão enfurecidos teriam entrado em confronto com forças de segurança e serviços de emergência.

Há relatos não confirmados de que automóveis e edifícios foram incendiados e que manifestantes xiitas dispararam tiros para cima.

Emissoras de televisão paquistanesas mostraram imagens de ambulâncias e carros de polícia danificados.

Sunitas x xiitas

O prefeito de Karachi, Mustafa Kamal, fez um apelo por calma.

"Apelo a meus irmãos, aos mais velhos, para que fiquem calmos. Escutei que manifestantes entraram em confronto com a polícia e médicos. Por favor, não façam isso, que é o que querem os terroristas. Eles querem ver essa cidade pegando fogo novamente", disse Kamal, segundo a agência de notícias Associated Press.

O Paquistão tem uma longa história de conflitos entre as comunidades sunita e xiita.

A polícia do país operava sob estado de alerta máximo nesta segunda-feira, em que os muçulmanos celebram o dia mais sagrado da Ashura, festival que lembra a morte do neto do profeta Maomé.

Diversos ataques foram registrados em procissões pelo Paquistão nos últimos dias.

No domingo, oito pessoas morreram quando um militante suicida atacou uma procissão xiita na parte da Caxemira controlada pelo Paquistão.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
paquistaokarachi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.