Bomba explode ao lado da sede do governo venezuelano

Uma bomba foi detonada na lateral do palácio Miraflores, sede do governo da Venezuela, nesta sexta-feira. O presidente Hugo Chávez estava no palácio, mas não sofreu nenhum dano pois estava longe do local da explosão, segundo o ministro do Interior, o general aposentado Lucas Rincón. O ministro descartou a hipótese de um plano para assassinar Hugo Chávez. Para ele, o atentado a bomba é responsabilidade de ?um grupo anárquico que está se formando, que quer criar caos e incerteza?. A bomba foi jogada no palácio na madrugada de hoje e apesar de ter destruído janelas em prédios vizinhos, vitimou apenas um soldado, que teve danos nos ouvidos e foi atendido no hospital militar de Caracas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.