Bomba explode em Jerusalém e deixa dois mortos

Uma bomba explodiu hoje ao lado de um automóvel em um aparente ataque suicida, matando um israelense e o palestino suspeito de ter perpetrado o atentado. O ataque seria um desafio à ordem do líder palestino, Yasser Arafat, de cessar as agressões contra os israelenses. O carro explodiu e se incendiou em uma estrada que conduz ao assentamento agrícola (kibutz) Shluhot, situado a oito quilômetros da Cisjordânia. O porta-voz da polícia israelense, Guil Kleiman, disse que um membro do kibutz dirigia e que o palestino detonou a bomba ao lado do automóvel, provocando sua própria morte e a do israelense. ?Houve uma explosão?, disse Haim Perlstein, membro do Kibutz, à Rádio Israel. ?Parecia um carro-bomba. O carro explodiu e se incendiou?. Durante um ano de enfrentamentos entre israelenses e palestinos, dezenas de bombas explodiram contra alvos israelenses, incluindo carros carregados com explosivos e atacantes suicidas. Dezenas de israelenses morreram e centenas ficaram feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.