Bomba explode no centro de Cabul

Uma bomba escondida em uma carroça explodiu nesta terça-feira em um movimentado cruzamento no centro de Cabul, provocando ferimentos em dez pessoas. No leste do Afeganistão, cinco afegãos morreram em uma emboscada quando estavam a caminho do trabalho em uma base militar operada pelos Estados Unidos na região. Enquanto isso, pelo menos 12 supostos insurgentes foram mortos em confrontos com a polícia no país.Os episódios de violência ocorrem em meio ao recrudescimento da violência atribuída a rebeldes no Afeganistão.A bomba detonada no centro da capital afegã estava escondida numa carroça parada atrás de um carro, disse o oficial de polícia Mohammed Nabi.Dez pessoas ficaram feridas, disse Buz Mohammad Qadiri, funcionário do Ministério da Saúde do Afeganistão. Quatro vítimas foram liberadas e seis continuam internadas com ferimentos de diversos graus, prosseguiu.A explosão ocorreu em um cruzamento movimentado próximo do palácio presidencial. A onda expansiva da explosão estilhaçou janelas de um cinema e do Ministério da Justiça. Não estava claro qual seria o alvo da explosão.O ataque aos trabalhadores afegãos ocorreu na segunda-feira em Kunar, no leste afegão. De acordo com o comandante da polícia local, Abdul Jalal Jalal, os cinco foram atacados quando estavam a bordo de um caminhão rumo a uma base americana na região. Um sexto trabalhador ficou ferido. O motorista do caminhão escapou ileso. Jalal atribuiu o ataque a rebeldes ligados à milícia fundamentalista islâmica Taleban.Em Kandahar, no sul afegão, combates ocorridos nesta terça-feira entre militantes rebeldes e policiais resultaram na morte de pelo menos 12 supostos insurgentes, informaram autoridades locais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.