Bomba explode no Sri Lanka e deixa quatro mortos

Um homem - possivelmente um militante da etnia tamil - detonou hoje uma bomba que carregava junto ao corpo. A explosão matou o próprio terrorista e mais três pessoas, e deixou feridas mais nove, entre elas duas mulheres, em Batticaloa, um povoado do Leste de Sri Lanka. A informação foi dada por policiais e testemunhas. O homem fez detonar a bomba contra membros de um grupo de ex-rebeldes da etnia tamil que agora está alinhado ao governo do Sri Lanka, informou um agente de polícia. O grupo é Organização para a Libertação do Povo Tamil Eelam, que fez um acordo de paz com o governo em 1987. A polícia presume que o terrorista suicida era membro do grupo intitulado Tigres da Liberação Tamil Eelam, outro grupo tamil, que hoje é a principal organização que luta por uma pátria independente no Norte do Sri Lanka.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.