Bomba fere 8 em Bangcoc em dia de eleição

Uma bomba em um ponto de ônibus feriu oito pessoas no domingo em Bangcoc. O incidente ocorreu logo após o fechamento das urnas em uma eleição suplementar para uma vaga no parlamento tailandês, disputada por um candidato do governo e pelo líder dos recentes protestos na capital, que se encontra encarcerado.

AE-AP, Agência Estado

25 de julho de 2010 | 11h15

A polícia recusou-se a especular se a explosão foi relacionada às recentes turbulências políticas.

Até agora os resultados da eleição mostram que o candidato do governo, o Vice- Ministro das Relações Internacionais, Panich Vikitsreth, tem 53% dos votos, de acordo com a empresa de pesquisas Suan Dusit.

Seu oponente Kokaew Pikulthong é um does líderes dos "camisas vermelhas", leais ao ex-primeiro-ministro tailandês Thaksin Shinawatra, deposto num golpe em 2006.

Kokaew foi obrigado a fazer sua campanha de dentro da sua cela de prisão, após ter sido acusado de terrorismo durante os recentes protestos violentos em Bangcoc. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândiabombaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.