Bomba mata 30 em atentado contra xiitas no Iraque

Uma bomba matou pelo menos 30 peregrinos xiitas neste sábado perto da cidade de Basra, no sul do Iraque, afirmaram autoridades iraquianas. É o último de uma série de atentados ocorridos durante as comemorações xiitas, o que ameaça piorar a tensão sectária no país, semanas após a retirada das tropas dos EUA.

AE, Agência Estado

14 de janeiro de 2012 | 09h02

Hospitais de Basra receberam 30 mortos e 90 feridos após o ataque, segundo o médico Riyadh Abdul-Amir, chefe do diretório de saúde da cidade. Testemunhas disseram que a ação ocorreu nas proximidades da cidade de Zubair, a sudoeste de Basra, enquanto os fiéis seguiam para uma mesquita xiita próxima. Uma autoridade policial confirmou o número de mortos.

Um porta-voz do governador da província de Basra, Ayad al-Emarah, disse que não estava claro se a explosão havia sido causada por um suicida ou por uma bomba. Zubair é um enclave sunita na região sul do Iraque, predominantemente xiita.

Os xiitas comemoravam o momento principal do Arbaeen, que marca os 40 dias de luto após a data da morte do Imã Hussein, reverenciada figura para os xiitas. O ataque tem a marca da insurgência sunita. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.