Bomba mata cinco e fere 58 em terminal urbano no Paquistão

Ataque ocorreu na principal cidade do Vale do Swat, região conflituosa do país

Agência Estado e Associated Press

15 de julho de 2010 | 11h27

PESHAWAR - Pelo menos cinco pessoas morreram e 58 ficaram feridas nesta quinta-feira, 15, na explosão de uma bomba em um suposto ataque suicida perto de um terminal de ônibus no noroeste do Paquistão.

 

Segundo autoridades do país, o atentado ocorreu próximo do meio-dia (hora local) em Mingora, principal cidade do Vale do Swat, outrora uma região turística ocupada pela insurgência do Taleban em 2007. O ataque seria um sinal de que os rebeldes islâmicos seguem ativos na região, apesar da ofensiva militar de grande escala lançada no local em 2009.

 

O número de mortos pode ainda subir, pois a área do atentado tinha muitas pessoas no momento do ataque. Qazi Ghulam Faruk, um graduado policial, forneceu as cifras sobre as vítimas e disse que suspeitava de uma ação suicida. A televisão paquistanesa exibiu imagens de veículos retorcidos pela força da explosão.

 

No ano passado, o Exército do Paquistão lançou sua maior ofensiva contra o Taleban no Vale do Swat após o fracasso de negociações de paz que incluíam o compromisso de impor a lei islâmica na região.

 

A operação fez com que dois milhões de pessoas deixassem suas casas, mas após alguns meses o Exército afirmou ter o controle da região e muitos refugiados retornaram.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoviolênciabombamortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.