Bomba mata motorista de ônibus escolar no Paquistão

Uma bomba colocada à beira de uma estrada explodiu hoje perto de um ônibus escolar no noroeste do Paquistão, matando o motorista e ferindo crianças, segundo a polícia. O atentado ocorreu na área de Bhana Marri, nas proximidades de Peshawar. "O motorista morreu na explosão. Nós levamos três estudantes feridos ao hospital", disse o policial Mohammad Ijaz Khan, em entrevista à emissora de TV paquistanesa Geo. Um funcionário da administração, Siraj Ahmad, disse que a explosão foi causada por uma bomba similar às usadas pelo Taleban. Várias crianças ficaram feridas, segundo ele.

AE, Agência Estado

13 de dezembro de 2010 | 12h31

O Paquistão reforçou a segurança pelo país, no noroeste em particular, por causa do feriado sagrado muçulmano do Muharram, que começou na semana passada. Neste mês ocorre um aumento das tensões entre a maioria muçulmana sunita e a minoria xiita do Paquistão. Nos últimos anos houve vários ataques contra manifestações religiosas xiitas.

Ainda hoje, homens armados mataram a tiros dois irmãos policiais paquistaneses no distrito de Charsadda, também no noroeste do país. É o segundo incidente do tipo nos últimos dois dias. Funcionários locais também anunciaram que as forças de segurança mataram quatro militantes perto da fronteira com o Afeganistão. Três insurgentes também se feriram no confronto em Mohmand. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoataquebombaônibus escolar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.