Bomba mata nove soldados no Paquistão

Uma bomba atingiu parte do Exército do Paquistão neste domingo e deixou nove soldados mortos em uma região tribal próxima à fronteira com o Afeganistão, afirmaram autoridades. A bomba explodiu em um vilarejo nos arredores da cidade de Miran Shah, disse o Exército, em um comunicado, acrescentando que o ataque matou nove soldados, mas sem especificar o número de feridos.

AE, Agência Estado

01 de setembro de 2013 | 18h44

Ninguém assumiu responsabilidade pela explosão, que ocorreu em uma região que abriga paquistaneses, afegãos e militantes estrangeiros ligados à Al-Qaeda. O Paquistão vem adiando uma ofensiva militar contra os militantes da região, dizendo que suas forças já estão esgotadas na luta contra militâncias de outras áreas tribais na fronteira. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Paquistãoviolênciaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.