Bomba mata pelo menos 10 no Paquistão

Uma bomba amarrada a uma bicicleta explodiu nesta sexta-feira perto de um caminhão do exército na área de um movimentado mercado em Quetta, principal cidade da província do Baluquistão, no Paquistão. Pelo menos dez pessoas morreram e 27 ficaram feridas, muitas em estado crítico. Dos mortos, nove eram civis e um soldado.O presidente do Paquistão, general Pervez Musharraf, disse que a explosão foi causada por pessoas "trabalhando contra a paz e o desenvolvimento do país". O prefeito de Quetta, Rahim Kakar, atribuiu o atentado a "nacionalistas que não querem ver progresso no Baluquistão". Pelo menos quatro veículos foram destruídos. A explosão estilhaçou as janelas de prédios próximos. Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque. Há anos o Baluquistão sofre com atentados de pequeno poder destrutivo, a maioria dos quais não deixa vítimas e é atribuída a rixas entre facções tribais. No entanto, há sinais de que a Al-Qaeda e o Taleban vêm se estabelecendo na área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.