Bomba mata um em Riad; governo apura se foi a Al-Qaeda

A explosão de uma bomba matou uma pessoa não-identificada no bairro de Al-Jazira, em Riad, capital da Arábia Saudita. De acordo com o Ministério do Interior do país, a polícia encontrou três granadas, 14 fuzis, uma pistola, explosivos e munições na casa onde a explosão aconteceu. O governo saudita investiga a possibilidade de a organização extremista Al-Qaeda estar envolvida no incidente. Um oficial saudita que pediu para não ter seu nome divulgado disse que a vítima da explosão pode ter sido um militante da Al-Qaida. "Ele pode ter estado preparando o artefato explosivo quando a explosão aconteceu prematuramente", afirmou. A Arábia Saudita é o país de nascimento do líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden. Quinze dos 19 seqüestradores de 11 de setembro de 2001 também nasceram no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.