Bomba mata um prefeito afegão e outras quatro pessoas

Um ataque à bomba matou cinco pessoas nesta segunda-feira, incluindo o prefeito do distrito de Ishkamish e um membro do Conselho de Paz local. A explosão atingiu o veículo das vítimas na província de Takhar, norte do Afeganistão. Autoridades afirmam que o atentando foi feito por insurgentes do Taleban.

AE, Agência Estado

13 de agosto de 2012 | 09h02

O prefeito do distrito, Abdul Aziz, e o integrante do Alto Conselho de Paz, Haji Hashim, dirigiam-se para a capital da província para participar de uma reunião do governo, disse o porta-voz da administração provincial, Faiz Mohammad Tawhidi. A bomba foi detonada por controle remoto.

O Conselho de Paz é o órgão governamental designado para negociar com o Taleban, que luta para voltar ao poder desde que foi derrotado pelos Estados Unidos em 2001. O chefe do Conselho de Paz, ex-presidente Burhanuddin Rabbani, foi assassinado em Cabul em setembro do ano passado, quando um militante disfarçado de enviado de paz realizou um ataque suicida.

Tawhidi disse também que insurgentes armados atacaram o comboio do chefe de polícia e do dirigente da administração do mesmo distrito, causando um tiroteio no meio da estrada. Dois integrantes do Taleban foram mortos e outro preso. Ambas autoridades escaparam ilesas. As informações são da Dow Jones e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãobombaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.