Bomba mata um soldado e deixa três feridos no Egito

Um soldado egípcio morreu e outros três ficaram feridos nesta quinta-feira quando a explosão de uma bomba atingiu um veículo blindado no Sinai do Norte, disseram fontes médicas e de segurança.

REUTERS

16 de abril de 2015 | 08h07

A bomba estava em uma estrada no sul da cidade de Sheikh Zuweid, segundo as fontes de segurança. Soldados e militantes islâmicos trocaram tiros na área antes da explosão, de acordo com as fontes.

O Sinai do Norte está no centro de uma insurgência que já matou centenas de membros das Forças Armadas e da polícia desde 2013, quando o então chefe dos militares Abdel Fattah al-Sisi derrubou o presidente islâmico Mohamed Mursi após protestos. Sisi foi eleito presidente no ano passado.

Não houve reivindicação de imediato sobre a autoria do ataque desta quinta-feira.

O grupo militante Província do Sinai, que declarou aliança ao Estado Islâmico, assumiu a responsabilidade por ataques similares no passado.

Na quarta-feira, dois alunos de uma academia militar foram mortos na explosão de uma bomba que atingiu um micro-ônibus na cidade de Kafr al-Sheikh, no norte do país.

(Reportagem de Yusri Mohamd em Ismailia)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOBOMBASOLDADOMORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.