Bomba posta em banco por ex-funcionário deixa 60 feridos na China

Explosão aconteceu na sala em que era realizada uma reunião com todos os trabalhadores do escritório; mais de dez pessoas pularam das janelas para fugir das chamas

Efe,

13 de maio de 2011 | 03h33

PEQUIM - Pelo menos 60 pessoas ficaram feridas nesta sexta-feira, 13, em um banco do noroeste da China quando um ex-empregado detonou uma bomba caseira na sala em que era realizada uma reunião com todos os trabalhadores do escritório, informou a imprensa local.

 

A explosão ocorreu por volta das 8h30 do horário local em um banco rural de um distrito da cidade de Wuwei, na província de Gansu, e o ex-empregado que a provocou fugiu do local, segundo o jornal oficial Diário do Povo.

 

O governo provincial confirmou que os feridos, 19 deles em estado grave, foram transferidos ao hospital do distrito, enquanto a polícia iniciou uma investigação para esclarecer o caso.

 

Mais de dez pessoas pularam das janelas do quarto andar, onde era realizada a reunião, para fugir das chamas, indicaram algumas testemunhas citados pela agência Xinhua.

 

Segundo uma emissora local, o ex-empregado havia sido demitido por usar dinheiro do banco em benefício próprio.

Tudo o que sabemos sobre:
China, bomba, banco, explosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.