Bomba que matou 10 pessoas na Turquia explodiu acidentalmente

A bomba que matou dez pessoas em Diyarbakir, cidade turca de maioria curda na terça-feira, explodiu enquanto era transportada, segundo autoridades locais.A informação sugere que o ataque, que matou sete crianças e foi o mais grave promovido pela Al-Qaeda em Istambul desde 2003, foi um acidente que tinha outras intenções."A bomba, produzida manualmente, foi colocada dentro de uma garrafa térmica e explodiu enquanto era transportada", afirmaram as autoridades do governo local. Rebeldes curdos são conhecidos por atuar na região, mas ataques contra civis no sul do país não são comuns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.