Bombardeio americano mata 30 rebeldes no Afeganistão

Patrulha do Exército foi atacada por grupo de insurgentes e aviões americanos apoiaram tropas afegãs

Efe,

20 de março de 2009 | 04h47

Pelo menos 30 insurgentes morreram em um bombardeio americano feito após uma operação do Exército regular local no sul do Afeganistão, informou nesta sexta-feira, 20, em comunicado o comando dos Estados Unidos no país.

 

O ataque aconteceu nesta quinta-feira no distrito de Gereshk, na região de Helmand, onde as tropas fazem uma operação de reconhecimento em uma área de ampla presença taleban.

 

Uma patrulha do Exército foi atacada por um grande grupo de insurgentes equipado com armas pesadas e lança-granadas, o que desencadeou um intenso combate.

 

As tropas afegãs receberam o apoio de aviões americanos, que com um intenso bombardeio mataram 30 insurgentes.

 

"O combate foi outro golpe para os insurgentes, que estão perdendo rapidamente sua capacidade de operar na província de Helmand", diz na nota um porta-voz da coalizão militar liderada pelos EUA.

 

A região de Helmand é um dos redutos tradicionais dos insurgentes talebans, que lutam contra as tropas internacionais desdobradas no país e contra o Governo afegão.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãobombardeioataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.