Bombardeio americano mata 80 talebans e 16 civis no Afeganistão

Um bombardeio das forças da coalizão lideradas pelos Estados Unidos a um quartel general rebelde, no Afeganistão, matou mais 80 militantes talebans e 16 civis nesta segunda-feira, informou o exército da coalizão.O relatório do exército americano diz que foi confirmada a morte de 20 talebans no ataque ao vilarejo de Azizi, em Kandahar, na madrugada de segunda-feira. Mas há informações não confirmadas de que mais de 60 ativistas tenham sido mortos. O comandante americano, o tenente general Karl W. Eikenberry, disse que o exército esta "tentando conseguir informações" se também ocorreram mortes de civis durante a ação.De acordo com autoridades da coalizão e do exército afegão, o total de militantes mortos, soldados das forças de segurança e civis, chega a mais de 285 desde a última quarta-feira, quando a onda de violência começou no sul do país.O governador de Kandahar, Asadullah Khalid, disse que além dos 16 civis que foram mortos durante o bombardeio de segunda-feira, outros 16 foram feridos e levados a hospitais da cidade de Kandahar.O porta-voz do exército americano, coronel Tom Collins, disse que "é normal que o inimigo leve as batalhas para perto de civis, tentando conseguir uma proteção maior".Outra porta-voz, a tenente Tamara Lawrence, disse que a estimativa de 80 militantes mortos é baseada "em informações recentes da área de ataque".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.