Bombardeio anglo-americano mata seis civis iraquianos

Aviões americanos que realizampatrulhas na zona de exclusão aérea sobre o sul do Iraquebombardearam quatro bases de comunicação militar e um sistema dedefesa aérea, informou hoje nesta segunda-feira o Comando Central dos EstadosUnidos. Seis civis iraquianos teriam morrido e outros quinze ficado feridos nos ataques.Segundo os militares americanos, os bombardeios, ocorridosontem, foram uma resposta a uma tentativa de ataque por parte daartilharia antiaérea iraquiana. As bases de comunicação estavamlocalizadas em uma área próxima à cidade de Al Kut e o sistemade defesa aérea, em Basra. Tais áreas, no sul do Iraque, vêmsendo freqüentemente atacadas pelas forças de patrulhamentoanglo-americanas. De acordo com a agência de notícias oficial do Iraque,conhecida por INA, citando um porta-voz militar não identificado, seis civis iraquianos foram mortos e outros quinze ficaramferidos nos ataques. "Nossas corajosas unidades antiaéreasconfrontaram os aviões e os forçaram a deixar nossos céus emdireção às suas bases no Kuwait", afirma a agência. O comando Central dos EUA não comentou as mortes e os feridoscitados pela INA e a informação não pôde ser confirmada porfontes independentes. Aviões americanos e britânicos realizam patrulhas regularesnas zonas de exclusão aérea no sul e no norte do Iraque. OIraque alega que tais patrulhas ferem sua soberania e vemtentado, sem sucesso, por vários anos, derrubar os aviõesaliados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.