Bombardeio mata líder da Al-Qaeda no país

Um líder da Al-Qaeda no Iêmen que figurava na lista dos mais procurados do FBI morreu ontem em um bombardeio na região de Shabwa. O ataque teria sido perpetrado por um avião não tripulado dos EUA, embora Washington não assuma a autoria desse tipo de operação. Fahd al-Quso era acusado de ser um dos mentores do ataque no Iêmen ao navio de guerra americano USS Cole, em 2000 - um dos principais atentados da Al-Qaeda antes do 11 de Setembro. Outro militante que estava com Quso morreu no bombardeio.

O Estado de S.Paulo

07 Maio 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.