Bombardeio saudita mata 45 no Iêmen, diz grupo xiita

SANAA - Ataques aéreos liderados pela Arábia Saudita mataram pelo menos 45 pessoas durante ação contra principal base do Exército do Iêmen na região central de Sanaa neste domingo, disse a agência de notícias estatal Saba, dirigida pelo grupo xiita Houthi.A agência afirmou que mais de cem pessoas, incluindo civis, também ficaram feridas no ataque, que destruiu casas no distrito de Tahrir, na região central de Sanaa.Moradores disseram mais cedo que quatro explosões abalaram a base militar, onde soldados aliados do grupo Houthi, que tem apoio do Irã e controla parte do Iêmen, se reuniam desde o fim de sábado para receber os seus pagamentos.Segundo a agência, "mais de 45 cidadãos se tornaram mártires" de acordo com dados preliminares.A agência citou uma fonte do Ministério da Saúde dizendo que as equipes de resgate trabalhavam para encontrar pessoas que poderiam estar debaixo dos destroços das casas destruídas.O aumento da violência ocorre apesar dos progressos para a realização neste mês em Genebra de negociações de paz apoiadas pelas Nações Unidas. O governo do Iêmen exilado em Riad e os houthis concordaram em comparecer ao diálogo que começa no dia 14. / REUTERS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.