Bombardeios aéreos deixam pelo menos 16 mortos no Iraque

Helicópteros americanos bombardearam nesta sexta-feira, 30, supostos redutos da insurgência sunita localizados em diferentes pontos ao norte de Bagdá, deixando pelo menos 16 mortos e 14 feridos, segundo fontes policiais.As fontes disseram que os bombardeios ocorreram em áreas situadas entre as províncias de Bagdá e Diyala, especialmente nos municípios de Shaura e Al-Jadida, cerca de 40 quilômetros ao nordeste da capital, um dos redutos mais importantes dos rebeldes sunitas.Nesta quinta-feira, 47 pessoas morreram em uma série de atentados com carro-bomba em Khalis, uma das principais cidades da província de Diyala, próxima ao lugar onde os bombardeios ocorreram hoje.Por outro lado, um soldado dos Estados Unidos morreu ontem e outro ficou ferido em conseqüência da explosão de uma bomba colocada em uma estrada no sul de Bagdá, informou hoje o Exército americano.A fonte disse que o incidente ocorreu quando uma bomba colocada em uma estrada explodiu durante a passagem do veículo no qual viajavam os soldados, que cumpriam uma missão dentro do plano de segurança para Bagdá, que entrou em seu segundo mês de vigência.Com essas mortes, já são 3.245 os soldados americanos mortos no Iraque desde o início da invasão, em março de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.