Bombardeios de Israel contra Gaza matam 1 e ferem 3

Um integrante do grupo extremista Jihad Islâmica morreu e três pessoas ficaram feridas hoje, em bombardeios israelenses contra a Faixa de Gaza, disseram médicos e testemunhas. Um porta-voz militar de Israel confirmou que a aviação do país promoveu ataques aéreos contra "terroristas que se preparavam para disparar foguetes".

AE, Agência Estado

05 de novembro de 2011 | 19h54

A aviação israelense promoveu pelo menos três ataques aéreos contra a Faixa de Gaza, disseram testemunhas e agentes dos serviços palestinos de segurança. Os bombardeios ocorreram em Khan Yunis, no sul do sitiado território palestino controlado pelo grupo islâmico Hamas.

O miliciano morto foi identificado por fontes médicas como Abed Muhana, de 20 anos, integrantes das Brigadas Al-Quds, braço armado da Jihad Islâmica. Não havia detalhes sobre as três pessoas feridas nos bombardeios.

Na quinta-feira, dois palestinos foram mortos em um bombardeio israelense no norte da Faixa de Gaza. Israel alega ter atacado um "esquadrão terrorista" que abriu fogo contra soldados na fronteira. Os novos bombardeios ocorrem depois de vários dias de calma em Gaza e seus arredores depois de um fim de semana no qual 12 supostos militantes palestinos e um civil israelense morreram em episódios de violência na região.

Os grupos militantes palestinos que atuam em Gaza asseguram estar cumprido uma trégua mediada pelo Egito, mas reservam-se o direito de responder a ataques israelenses. Israel, por sua vez, afirma que vai continuar agindo contra qualquer ação suspeita para evitar disparos de foguetes contra o sul de seu território. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazabombardeiosmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.