Bombardeios deixam 72 guerrilheiros mortos na Colômbia

Pelo menos 72 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) morreram em bombardeios de aviões de combate colombiano em duas posições rebeldes ao sul e em outra ao norte do país. Os combates foram na zona rural de Toribió, a cerca de 300 quilômetros da capital Bogotá, onde 37 integrantes das Farc morreram, em Lejanías, onde outros 30 guerrilheiros morreram, e nos departamentos de Antioquia e César, onde três pessoas das Farc e duas da ELN foram mortas.As ações do exército colombiano já deixaram 83 pessoas mortas nesta semana. No ano, a ofensiva nacional lançada pelo presidente Alvaro Uribe, já conta 800 guerrilheiros mortos. Uribe promete varrer a guerrilha do país até o término de seu governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.