Bombardeios matam 15 militantes no Paquistão, dizem autoridades

Aviões militares paquistaneses bombardearam neste domingo esconderijos de militantes no noroeste do país, matando 15 insurgentes e ferindo muitos outros, disseram autoridades militares.

Reuters

22 de julho de 2012 | 11h38

Os ataques aéreos atingiram quatro esconderijos nas remotas regiões de Ghaljo e Dabori, no noroeste da região tribal de Orakzai, afirmaram as autoridades. Os locais eram usados por membros do Taliban paquistanês.

O número de mortos não pode ser independentemente verificado, e os militantes geralmente contestam as informações oficiais.

O Exército do Paquistão tem conduzido operações contra militantes em Orakzai há meses.

Vários grupos militantes estão ativos nas regiões tribais semiautônomas no noroeste do Paquistão, perto da fronteira com o Afeganistão, incluindo o Taliban paquistanês, responsável por muitos ataques a bomba no país nos últimos anos.

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTAOMORTESMILITANTESDS4*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.