Bombardeios no sul de Beirute matam 12 pessoas

Os bombardeios de Israel sobre os bairros do sul de Beirute provocaram neste domingo a morte de 12 pessoas. Equipes de resgate libanesas tentam retirar cerca de 60 libaneses que ficaram presos entre os escombros de 11 edifícios de uma área do sul da capital.A rádio A Voz do Líbano disse que 20 mísseis caíram sobre os bairros do sul da capital libanesa, considerada um reduto do Hezbollah. O quartel-general e a rede de TV do grupo, a Al-Manar, ficam na região afetada pelos ataques. Postos de gasolina da cidade portuária de Tiro também foram atingidos.Em um comunicado, o Hezbollah disse que seu líder, HassanNasrallah, está a salvo e não foi ferido no bombardeio.Pouco depois, a Al-Manar assegurou que o Hezbollah tinha lançado "dezenas" de projéteis contra a cidade de Haifa, no norte de Israel e 35 quilômetros da fronteira.O breve comunicado emitido pela emissora diz que esse ataque, que começou às 16h15 (10h15 de Brasília), foi uma resposta da Resistência Islâmica - braço armado do Hezbollah - ao bombardeio israelense contra os bairros do sul da capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.