Bombardeios reagem a ataques a americanos no Afeganistão

Aviões dos EUA e da coalizão aliada bombardearam posições inimigas em uma zona montanhosa do centro do Afeganistão, depois que soldados americanos foram atacados, disse nesta terça-feira um porta-voz militar. Não houve baixas entre os soldados da coalizão. Os bombardeios aéreos foram lançados na manhã da segunda-feira, depois que soldados das forças especiais americanas foram atacados com fogo de metralhadoras e granadas propulsionadas por foguetes, lançadas por forças colocadas nas colinas que dominam o vale de Bagram, disse o coronel Roger King, porta-voz da base em Bagram da Força Aérea americana. Jatos F-16 acorreram em ajuda à tropas, deixando cair bombas de 200 quilos e disparando metralhadoras contra cinco homens armados, além de alvejarem várias cavernas. King disse que se ignora se as forças inimigas continuam na área, ou se alguém ficou ferido nos bombardeios. As tropas inimigas estavam localizadas em um terreno elevado da onde se domina o vale, que se encontra na parte norte da província de Oruzgan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.