Bombas em Bagdá deixam 30 mortos e mais de 50 feridos

Três bombas explodiram em regiões de maioria xiita de Bagdá, matando 30 pessoas, segundo autoridades locais. O maior bairro xiita de Bagdá, Sadr City, foi atingido por duas explosões: uma bomba perto de uma feira de rua, que matou 6 pessoas, e um carro-bomba que explodiu em um posto de controle policial, matando 16 pessoas e ferindo outras 30.

O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2014 | 02h02

Em Kadhimiya, a oeste de Bagdá, outro carro-bomba explodiu e matou 8 civis e feriu outros 21 no principal posto de controle local.

Nenhum grupo assumiu a autoria dos atentados, mas o governo xiita está em conflito com o Estado Islâmico no Iraque. O grupo radical tem realizado ataques suicidas regularmente na capital iraquiana ao longo dos últimos meses. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Estado Islâmico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.