Bombas explodem antes de execução de terroristas em Bali

Islâmicos condenados pelos ataques em 2002, nos quais morreram 202 pessoas, devem ser executados em breve

Efe,

03 de novembro de 2008 | 02h58

As bombas de pouca potência explodiram nesta segunda-feira, 3, em Ternate, cidade das ilhas Molucas. Os três terroristas islâmicos condenados à morte pelos atentados de Bali de 2002, nos quais morreram 202 pessoas, devem ser executados nesta segunda e, por isso, as forças de segurança da Indonésia mantêm o alerta.  Veja também:Pelotão de fuzilamento chega à prisão de terroristas indonésios  Os artefatos explosivos, feitos com gasolina, causaram danos pequenos no prédio que abriga os escritórios e residência do governador da província de Molucas do Norte, nordeste de Jacarta. Nenhuma das três explosões causou feridos, segundo informou a televisão estatal. As autoridades da Indonésia reforçaram as medidas de segurança em Jacarta e outras áreas do país, especialmente na ilha de Bali, por causa da crença de que a execução dos três militantes da Jemaah Islamiya, que planejou o massacre no popular destino turístico, está muito próxima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.