Bombas explodem em região do Iêmen onde moram xiitas

Bombas explodem em região do Iêmen onde moram xiitas

Ao menos uma pessoa morreu e outra ficou ferida; nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado

O Estado de S. Paulo

23 de dezembro de 2014 | 08h47


ÁDEN - Cinco bombas explodiram nesta terça-feira, 23, no quarteirão velho de Sanaa, onde moram muitos partidários do grupo xiita houthi, matando ao menos uma pessoa e ferindo outra, disse uma autoridade de segurança iemenita.

Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque, mas o grupo xiita enfrentando militantes islâmicos sunitas da Al-Qaeda e tribos aliadas desde que combatentes houthis armados capturaram Sanaa, em setembro, e forçaram a queda de um governo que afirmavam ser corrupto.

Testemunhas disseram que as explosões aconteceram no início da manhã, numa hora em que poucas pessoas estavam nas ruas. Uma das bombas-relógio explodiu quando um integrante da milícia houthi tentava desarmá-la, de acordo com moradores. Várias casas e alguns carros foram danificados pelas explosões.

O Iêmen vive uma crise desde os protestos em massa de 2001 que forçaram o presidente de longa data Ali Abdullah Saleh a renunciar. As tensões aumentaram após a tomada houthi de Sanaa. /REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
SanaaIêmenatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.