Bombeiros apagam fogo em submarino nuclear e descartam hipótese de radiação

Bombeiros conseguiram apagar ontem o incêndio que atingiu o submarino nuclear russo Yekaterinburg, ancorado no porto de Gadzhiyevo, região de Murmansk. O fogo começou na quinta-feira e alguns marinheiros permaneceram dentro da embarcação durante todo o esforço para apagá-lo. Sete tripulantes foram hospitalizados por inalação de fumaça tóxica. As autoridades garantem que não houve vazamento de radiação e os mísseis do Yekaterinburg não estavam embarcados. O presidente russo, Dmitri Medvedev, convocou uma reunião emergencial com alguns integrantes de seu gabinete militar para tratar do assunto e exigiu punição severa aos responsáveis pelo problema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.