Bombeiros dos EUA anunciam avanço na luta contra fogo

Chefes do Corpo de Bombeiros afirmaram que houve avanços durante a manhã no combate a focos de incêndio ao norte de Los Angeles. Um observatório astronômico e antenas de comunicações em Mount Wilson estavam ameaçadas pelas chamas, mas o risco diminuiu hoje, disseram os bombeiros. O fogo seguia para leste, ao pé de montanhas perto das cidades de Monrovia, Sierra Madre e Pasadena.

AE-AP, Agencia Estado

04 de setembro de 2009 | 12h02

De acordo com um porta-voz da corporação, o incêndio está 38% controlado. Escavadeiras estão sendo utilizadas para fazer uma linha isolando o fogo, que destruiu ao menos 64 casas. O incêndio já transformou em cinzas 59.660 hectares da Angeles National Forest, onde muitas pessoas passam temporadas em meio à natureza, no verão.

Investigadores afirmaram ontem que o incêndio de 11 dias foi causado por uma ação humana. Há em andamento uma investigação por homicídio pela morte de dois bombeiros, ocorridas no domingo, quando o caminhão em que estavam caiu em um despenhadeiro. Segundo o jornal "Los Angeles Times", um membro da investigação afirmou que foi encontrado material incendiário ao longo da Angeles Crest Highway. O xerife Lee Baca disse que os detalhes são mantidos em sigilo, para não atrapalhar as buscas.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACalifórniaincêndiofogobombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.