Bono pede à Austrália aumentar ajuda ao Terceiro Mundo

O líder da banda de rock irlandesa "U2", Bono Vox, pediu nesta segunda-feira ao ministro da Fazenda australiano, Peter Costello, que dedique 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) à ajuda aos países em desenvolvimento. Durante o encontro, o músico disse a Costello que os 0,7% demonstram o compromisso que um Governo tem com o desenvolvimento, embora o ministro tenha opinado que não se trata de uma questão monetária, mas de "efetividade". Dessa maneira, o ministro australiano expôs algo a que já tinha defendido durante a reunião do G20 realizada no fim de semana passado em Melbourne, que coincidiu com um show de rock para a erradicação da pobreza no mundo, no qual Bono fez uma aparição surpresa. Durante a reunião, Bono Vox também trocou opiniões com Costello sobre a evolução da economia australiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.