John Shearer|AP
John Shearer|AP

‘Borat’ doa US$ 1 milhão para ajudar sírios

O comediante Sacha Baron Cohen e sua mulher entregaram dinheiro a duas entidades de caridade

O Estado de S.Paulo

28 de dezembro de 2015 | 20h01

O comediante britânico Sacha Baron Cohen e sua mulher australiana, a atriz de Hollywood Isla Fisher, doaram 670 mil libras (US$ 1 milhão) a duas entidades de caridade que atuam na Síria.

O casal doou 335 mil libras a Save The Children para ajudar na vacinação contra sarampo no norte da Síria e o mesmo valor ao Comitê de Resgate Internacional, dirigido pelo ex-chanceler britânico David Miliband.

Essa doação será usada em educação, tratamento médico, abrigos e serviço sanitário para refugiados sírios nos países vizinhos. Sacha Baron Cohen ficou famoso no fim dos anos 90 com seu personagem Ali G. Ele também é conhecido pelo personagem Borat Sagdiyev, um jornalista do Casaquistão.

Mais de 250 mil pessoas foram mortas desde o início do levante contra o presidente sírio, Bashar Assad, em março de 2011, e mais de 11 milhões foram forçados a deixar suas casas.

Miliband disse que as pessoas afetadas pelo conflito são “vítimas do terror”. Ele acrescentou que “as doações de Sacha e Isla são uma grande manifestação de humanidade e um desafio para as pessoas fazerem mais pelos mais vulneráveis”.

“Espero que sirva de exemplo para muitos que buscam meios práticos de fazer a diferença durante o Natal e o período do ano-novo”, acrescentou.

“Essas doações salvarão muitas vidas e protegerão as crianças mais vulneráveis”, disse Justin Forsyth, do Save The Children.

Tudo o que sabemos sobre:
Sacha Baron CohenSíriaNatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.