HO / PRU / AFP
HO / PRU / AFP

Boris Johnson anuncia pena mínima de 14 anos de prisão para terroristas

Dois dias após ataque em Londres, premiê britânico defende fim da liberdade condicional automática após cumprimento da pena mínima

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2019 | 08h17

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou que queria estabelecer uma sentença mínima de 14 anos por crimes terroristas, dois dias após um ataque com faca que deixou dois mortos em Londres.

 

O autor do ataque reivindicado pelo Estado Islâmico era um britânico, Usman Khan, 28 anos, condenado por crimes terroristas em 2012 e automaticamente libertado em liberdade condicional após cumprir seis anos de prisão.

"Esse sistema deve terminar, repito, deve cessar", disse Boris Johnson em um ato de campanha para as eleições legislativas de 12 de dezembro.

"Por todas as infrações terroristas e extremistas, a sentença proferida pelo juiz deve ser efetivamente eliminada: esses criminosos devem purgar sua pena, sem exceção", disse Johnson, segundo a imprensa inglesa. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.