Bové condenado por ataque ao McDonald´s

Uma corte francesa de apelações manteve nesta quinta-feira uma sentença de três meses de prisão contra o ativista francês José Bové por saquear um restaurante do McDonald´s num protesto contra a globalização desenfreada. Bové, um fazendeiro de 47 anos, disse que levaria o caso à Suprema Corte e, eventualmente, à Corte Européia de Direitos Humanos. O veredicto determina "claramente que o (sistema) judiciário não entendeu nada e está sendo superado pela história", declarou Bové. "Para mim, o problema não é se eu fui sentenciado a um dia ou um ano de prisão", disse ele. "O que importa é que a lei deveria prevalecer sobre a lógica do mercado. Continuaremos nossa luta."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.